Kanye West é eleito o ‘anti-semita do ano’ por organização

O rapper acaba de ganhar um ‘prêmio’ da organização “Watchdog Group” [grupo que monitora atividade nas redes de proteção a consumidores ou ativistas] como o “Anti-semita”.

Segundo o site TMZ, depois de semanas e quase 10k de votos de membros online, o grupo de vigilância StopAntisemitism (Parem o Anti-semitismo) nomeou Kanye como a pessoa ‘mais problemática’ de 2022 quando se trata da missão do grupo.

Liora Rez, diretora executiva da SA, disse ao TMZ: “Kanye usa sua plataforma de celebridade para promover tropos anti-semitas perigosos sobre judeus e poder, e ele se recusa a parar. Seu contínuo ataque de declarações intolerantes tem como resultado horríveis atos anti-semitas difundidos por supremacistas brancos, negros hebreus, israelitas e outros grupos marginalizados que buscam causar dano aos judeus”, lamentou.

Ela continua: “O ódio aos judeus já está fora de controle nos Estados Unidos e a última coisa que precisamos é de uma celebridade como Kanye para colocar mais lenha nessa fogueira”, afirmou.

Na semana passada em conversa com Alex Jones em “Infowars” Kanye West afirmou que amava Hitler, negou partes do Holocausto e exigiu que os nazistas fossem menos odiados.

Observação: Nos últimos meses, marcas como Adidas, CAA, Gap e Balenciaga cortaram relações com o rapper. Ele também deu a entender que está em apuros financeiros depois que o JP Morgan Chase fechou sua conta bancária, e acusou a Adidas de congelas três de suas contas.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

YouTube
YouTube
Instagram